Ricciardo: A redução de peso na bebida tornou a corrida de F1 em Miami ainda mais difícil.

Peça original publicada no site autosport.com


Daniel Ricciardo admite que seu Grande Prêmio de Miami foi ainda mais difícil porque a equipe do australiano, McLaren Formula 1 Team, reduziu sua alocação de bebidas para economizar peso.

(Ricciardo em entrevista após corrida/Motorsport Images)


Todas as equipes estão lutando para economizar peso com seus carros de 2022, e Ricciardo revelou que tinha menos líquido em sua garrafa de bebida do que gostaria nas condições.


Ele lutou pelo ritmo durante a maior parte da tarde, e mesmo uma mudança tardia para pneus macios durante o período do safety car, que foi acionada por seu companheiro de equipe Lando Norris, não ajudou muito.


Ricciardo cruzou a linha de chegada em 11º lugar, mas foi rebaixado para 13º após uma penalidade de tempo depois de sair da pista e ganhar vantagem enquanto disputava posição com Kevin Magnussen.


Como outros pilotos após a corrida, o piloto de 32 anos mostrou claramente os efeitos de uma tarde agitada na umidade da Flórida.


“Sim, tem esse fator de calor”, disse Ricciardo quando perguntado pela Autosport se Miami se compara a corridas como Cingapura e Malásia.


“É difícil também, porque quero dizer, todo mundo está obviamente lutando pelo último peso.


“Não temos o luxo de colocar três litros no sistema de bebida. Então temos um pouco, e nunca é líquido suficiente.


"Naturalmente, você vai ficar desidratado. E sim, esse calor foi bem real.


"Eles são os mais difíceis, obviamente. Quero dizer, todos obviamente trabalharam duro hoje, está quente, pilotos, mecânicos, todos estão sentindo o calor."

(Daniel Ricciardo, McLaren MCL36, disputando com Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT03/Motorsport images)


No final da corrida, Ricciardo achou que tinha acabado de fazer pontos, e só descobriu mais tarde que estava em 11º na estrada, antes de receber a penalidade.


"Na verdade, quando cruzei a linha, honestamente pensei que estava em 10º", disse ele.


“É difícil saber, obviamente [há] batalhas e carros saindo aqui e ali. Mas eu estava fazendo meio que um cálculo na minha cabeça pensando que tinham passado, ou eu passei, carros o suficiente para estar em algum lugar nos pontos.


"Mas sim, ficamos aquém. Então eu não acho que houve qualquer 'o que poderia ter sido' hoje. Nós apenas não fomos rápidos o suficiente.


"Nós estávamos apenas aguentando. E eu acho que quando todo mundo está no reboque, ainda falta um pouco nas retas. Eu acho que obviamente um pouco arrastado e outras coisas."


Ricciardo esperava que a mudança tardia para pneus macios lhe desse um impulso, mas quando ele passou alguns carros, no final das contas, fez pouca diferença.


"Eu certamente estava mais animado para o safety car", disse ele.


"Havia alguns carros na frente com pneus duros velhos. E para mim, eu não conseguia com o duro. Não parecia um bom pneu para mim.

(Daniel Ricciardo, McLaren MCL36)


"Então eu estava pensando que teríamos algo para mostrar. Eu estava meio que andando com eles, mas não o suficiente para causar uma boa impressão.


"No final, provavelmente não rápido o suficiente."


Após a bandeira, Ricciardo admitiu que não sabia por que havia sido penalizado, embora admitisse que "o quadro geral é que isso não muda minha corrida".


Ricciardo espera que a próxima pista em Barcelona seja mais adequada para a McLaren.


"Ainda é difícil dizer, mas eu realmente espero que seja melhor do que este fim de semana", disse ele.


“Nós certamente estávamos um pouco mais atrás e parecia um pouco mais com o tipo de luta do ano passado.


“Algumas dessas corridas, como Zandvoort, este circuito tem algumas semelhanças, curvas longas e brigando por um ponto no ano passado.


“Parecia uma corrida semelhante, onde estávamos lá, mas nunca o suficiente para causar uma grande impressão.


"Pode ser melhor. [Barcelona] foi um circuito melhor para mim no ano passado, então espero que isso signifique alguma coisa."

 

Siga o Ricciardo Brazil nas redes sociais: Twitter e Instagram

292 visualizações0 comentário