Dejavú: Daniel Ricciardo tem problema na bomba de gasolina e deixa o TL3 mais cedo

Atualizado: Jan 3

Piloto da Renault havia acabado de marcar o quarto melhor tempo quando avisou ao engenheiro que alguma coisa de errado tinha acontecido com o carro



(Foto: Renault F1 Team/Media)



Parece filme repetido, mas não é. Assim como em SPA, Daniel Ricciardo teve uma adversidade com o carro ao fim do treino livre e precisou deixar a sessão, deste sábado, mais cedo por conta de um problema na bomba de gasolina. A Renault informou que a peça é substituível e o australiano deve seguir normalmente para o classificatório.


Após marcar o tempo de 1m20s419 e assumir a quarta posição, Ricciardo ouviu o motor do carro de número 3 soar diferente e o australiano precisou encostar, as pressas, no canteiro. Pelo rádio, Daniel já informava ao engenheiro que "ele tinha um problema", restando ainda 10 minutos para o fim da sessão.

Na semana passada, o piloto da Renault precisou deixar o segundo treino livre antes do fim após apresentar problemas hidráulicos e, coincidentemente, também havia acabado de marcar o melhor tempo, até então, na sessão.


Com os pneus macios, Daniel Ricciardo apareceu apenas 101 décimos atrás de Carlos Saizn, que surpreendentemente, ocupou o P2 na última volta antes da bandeira quadriculada. A diferença para a outra McLaren, de Lando Norris, terceiro colocado, foi menor ainda: 0.07. Valtteri Bottas foi o líder do TL3 com 1m20s089.


O treino classificatório acontece neste sábado, às 10h (Brasília) com transmissão do SporTV.