A primeira de três: a sexta de Daniel Ricciardo na França


(Daniel Ricciardo no circuito de Paul Ricard/McLaren F1)


Mais um fim de semana teve início na Fórmula 1 e o australiano do grid não poupou sorrisos e positividade na França mesmo após uma corrida discreta na cidade de Baku, no Azerbaijão, há duas semanas.


Na quinta-feira (17), Ricciardo se mostrou animado para a rodada tripla, vendo que três corridas seguidas em pistas que tem condições mais “normais” poderiam ajudá-lo a ter mais confiança no carro do que em pistas urbanas, como Mônaco e Baku.


Eu sempre amei 3 seguidas, eu amo o ritmo e seguir com o momento e eu acho que agora em particular, ter mais tempo consistente no carro (...) Nós não temos muito tempo, obviamente, como todos nós sabemos que estamos nesse esporte ou que seguem esse esporte, é provavelmente o único esporte no mundo que não temos como praticar frequentemente. Então, ter 2 semanas de folga ou 3 semanas de folga pode parecer um longo tempo. analisou.


Na primeira sessão de treinos livres do dia, Daniel conseguiu logo de cara um P6 com bom ritmo, mostrando que talvez sua teoria poderia estar certa. Ricciardo conseguiu completar 24 voltas nos 60 minutos disponíveis e conquistou sua colocação com o tempo de 1:34.644 usando pneus macios.


Infelizmente, o australiano não conseguiu manter o ritmo no segundo treino livre e terminou em décimo quarto, com os pneus médios. Ricciardo melhorou seu tempo de volta para 1:34.079, mas não foi o suficiente para ficar entre os 10 melhores colocados novamente.


Mesmo com esse resultado ruim, Daniel disse que pode vim um Q3 amanhã (19), quando foi perguntado o que seria uma boa classificação para ele:


Eu quero dizer profundamente um Q3, então certamente não um décimo, mas, é, um top 6, top 7. Acho que seria uma tarde sólida no sábado. concluiu.


O sábado começa às 7:00 (horário de Brasília) para a F1, com o último treino livre da semana.

Siga o Ricciardo Brazil nas redes sociais: Twitter e Instagram